APROVEITE O VERÃO DE FORMA LEVE E SAUDÁVEL



Com a chegada do verão, o organismo tem de sofrer algumas adaptações, principalmente no Sul do país, onde a diferença de temperatura entre uma estação e outra é percebida com maior ênfase.
No frio do inverno, as pessoas optam por ficar em casa, em frente de suas lareiras, degustando chocolate quente ou saboreando uma noite de “queijos e vinhos” com a família.
A partir do momento em que começa a esquentar, as pessoas optam por estarem na rua. O entusiasmo para a prática de atividade física e para o consumo de alimentos mais leves é evidente.
É importante ressaltar que o organismo sofre com esta instabilidade de nossos hábitos alimentares diários. Nosso organismo necessita de rotina alimentar. O ideal então seria aproveitar esse entusiasmo que chega com a elevação das temperaturas e a chegada dos períodos de férias para ter mais atenção aos hábitos de vida diários e se empenhar para mantê-los por todo o ano, a fim de preservar a saúde.
Por isso, seguem algumas dicas para essa época do ano:
O calor estimula o consumo de alimentos frescos e é um convite para o consumo de vegetais, hortaliças e frutas. Nessa época, preparações gordurosas e quentes não são muito bem-vindas.
As altas temperaturas do verão favorecem a perda de líquidos através do suor. Dessa forma, o consumo de líquidos naturais como água e água de coco é muito recomendado, principalmente para praticantes de atividade física.
Vale a pena lembrar que a sede é um sinal de que já estamos desidratados, devendo a água ser oferecida antes que esse sinal se desencadeie. Para aqueles que não possuem esse hábito, recomenda-se carregar sempre consigo uma garrafinha de água para que essa conduta seja estimulada.
Com a transpiração excessiva, perdem-se muitos líquidos e minerais. As melhores fontes desses minerais são as frutas e os legumes. Por isso, uma deliciosa forma de hidratar o corpo é também utilizar sucos de frutas, dando preferência aos da época como o melão e a melancia, que, além de serem fontes de potássio, são frutas com elevada quantidade de água.
Os alimentos que devem ser privilegiados no verão são as frutas, verduras e legumes, pois são ótimas fontes de vitaminas, minerais e fibras, além de serem alimentos refrescantes que combinam com a alta temperatura. Consuma à vontade folhas verdes e legumes (de preferência crus). Cuidado apenas com o tempero das saladas: evite a maionese e os molhos prontos, preferindo o limão como tempero.
Os cereais integrais também são boas opções para o verão já que combinam com saladas e pratos frios em geral. Na hora de comprar, opte pelos pães, cereais matinais e arroz integral em vez de doces, bolos e pães refinados.
As carnes magras são as mais indicadas para esta época, pois são mais facilmente digeridas, além de serem mais saudáveis. Opte pelas carnes brancas de aves, peixes e cortes de carne de porco magros. Por outro lado, evite o consumo das peles das carnes de aves e as carnes com gorduras visíveis. 
Quanto à forma de preparação, varie entre cozidos, grelhados ou assados, deixando de lado as frituras que não combinam com o clima quente do verão, além de serem extremamente calóricas. 
As sobremesas mais refrescantes são as melhores opções para o verão: opte sempre por fruta fresca da época ou doces à base de frutas como: compotas geladas de frutas, saladas de frutas, etc. Caso tenha vontade de consumir algo gelado, como o sorvete, opte por picolés não cremosos, à base de frutas.

Mais dicas para a alimentação no verão:

- Nunca esqueça que os hidratos de carbono (pão, cereais, arroz, massa, batatas, leguminosas secas, entre outros) devem fazer parte da maioria das refeições do dia, com cerca de 60% do total calórico diário, pois são fontes de energia de longa duração e ativam o metabolismo. Opte pelos integrais. Não exclua carboidratos de sua alimentação.
- Fracione a dieta em, pelo menos, 5 refeições de pequeno volume por dia. Isso estimulará seu metabolismo e aumentará o gasto energético. Mas lembre-se de que fracionar a alimentação não significa estar constantemente a petiscar e comer mais. *O tempo entre uma refeição e outra não deve ser menor que duas horas, nem maior que quatro horas.
- Nos restaurantes, dispense as entradas muito calóricas (manteiga, patês, queijos gordos de ovelha, cabra, ou vaca; pratos elaborados com molhos de natas, maionese, fritos, cremes e recheios). Evite também as bebidas alcoólicas (ou beba-as intercalando com copos de água), os refrigerantes (apenas ocasionalmente) e as sobremesas doces. Peça de entrada uma salada ou um suco natural sem ser coado. Coma calmamente, enquanto espera pelo prato principal. Se sentir falta de algo doce, termine a refeição com uma fruta da época.
- Mastigue bem os alimentos, aproveite o fato de estar de férias e não precisar “despachar-se” para ir trabalhar.
- Beba, no mínimo, 2 litros de água ao dia. A água hidrata o corpo, ajuda na eliminação de toxinas pelos rins e auxilia no tratamento da celulite.
- Evite o consumo de calorias “vazias” fornecidas por alimentos como os doces em geral, chocolates, bolos, gelados, fritos, aperitivos como as batatas fritas e afins, natas, etc.. O corpo utiliza uma parte dessa energia para as suas necessidades, e o restante é acumulado na forma de gordura, principalmente na região abdominal.
- Se você possui o hábito de ficar durante horas na beira da praia, leve consigo muita água e fruta. Evite o consumo de bebida alcoólica e de alimentos muito gordurosos.

Aproveite o verão de forma consciente e, assim, você entrará o ano de uma forma mais saudável.

Boas férias!


Fabiana dos Reis Ayres
Nutricionista
CRN2 6314
Especialista em Nutrição Clínica e Terapêutica Nutricional.
Especialista em Qualidade de alimentos
Autora do livro e cd "Lili e a alimentação saudável".
Idealizadora do Espetáculo teatral musical infantil "Lili e o desafio da pirâmide alimentar".
Publicado em 2010





Voltar





    


RS Host - Desenvolvimento de Site Grátis com Hospedagem em Porto Alegre RS