EFEITO SANFONA



Muitas vezes, o efeito sanfona vem como resultado de dietas imediatistas. Dietas imediatistas, na maioria das vezes, provocam perdas rápidas de peso representando uma agressão para o organismo, pois são baseadas em hábitos restritivos e/ou desequilibrados.

A adoção de dietas imediatistas é feita por pessoas que possuem um objetivo momentâneo, ou que desconhecem os benefícios de uma reeducação alimentar bem orientada.

São exemplos de objetivos momentâneos o emagrecimento para “chegar bem no verão”, “entrar” no vestido para um casamento, sentir-se bem para a festa de sábado à noite, entre outros.

Normalmente, as pessoas não conseguem seguir por muito tempo uma dieta restritiva, e logo o corpo tende a recuperar todo o peso perdido. Assim que a data da festa passa, a dieta é abandonada e retomada somente quando o indivíduo encara um novo objetivo. Essa diminuição e aumento de peso frequentes é conhecida como “efeito sanfona”.

É comum, nesses casos de dietas restritivas que buscam a diminuição rápida de peso, a exclusão de alimentos ricos em carboidratos (como pães, massas, arroz, batata, entre outros). Deve-se deixar claro que a restrição de nutrientes provoca um desequilíbrio na qualidade do consumo alimentar diário da pessoa. 

É necessário lembrar que perder peso na balança não significa emagrecer. Por definição, emagrecer significa diminuir a gordura armazenada. Quando se realizam dietas desequilibradas, restritivas, o que acontece é uma diminuição do peso por perda de água e de massa muscular e não, de gordura. 

Com a redução de peso de forma errada, a maioria das pessoas começa a enfrentar problemas desencadeados pela atuação do efeito sanfona. Reduzem o peso na balança em 1 semana e depois o duplicam com o retorno aos hábitos antigos.

Para corrigir esse tipo de problema e atingir a manutenção da saúde, orienta-se a reeducação alimentar. O foco da reeducação alimentar é a adequação dos hábitos alimentares. Aprende-se, gradualmente, a substituir hábitos inadequados por hábitos alimentares mais saudáveis.

Com o equilíbrio na ingestão diária de nutrientes, vitaminas, minerais e água durante o dia, além da prática de exercício físico regular, baseado na reeducação alimentar, e essa, nas características particulares de cada paciente, o objetivo é atingido e mantido por muito mais tempo.

Fabiana dos Reis Ayres
Nutricionista
CRN2 6314
Especialista em Nutrição Clínica e Terapêutica Nutricional.
Especialista em Qualidade de alimentos
Autora do livro e cd "Lili e a alimentação saudável".
Idealizadora do Espetáculo teatral musical infantil "Lili e o desafio da pirâmide alimentar".

Publicado em 2010





Voltar





    


RS Host - Desenvolvimento de Site Grátis com Hospedagem em Porto Alegre RS